A Marina Sylvestre foi estabelecida há mais de 35 anos, pelo patriarca da família J. Vicente Sylvestre, que até hoje a dirige e supervisiona. A Marina Sylvestretem sido parte integrante do esporte náutico paulista. Foi  nela, em 1989 que foi criado o Boto 16, um mini-oceano que tem sido sempre premiado com campeonatos paulistas nesta mesma classe. Devido a preocupação com segurança na represa Guarapiranga, a marina patrocinou diversas vezes  cursos de veleiros ensinando técnicas de manobras para as diversas equipes do Corpo de Bombeiros locais nos anos 80/90. Há varios anos tem formados velejadores e habilitado várias gerações de praticante de esportes náuticos. Hoje com mais de 150 embarcações à sua guarda, a Marina Sylvestre além de ser uma marina preocupada com a expanção náutica, também tem uma preocupação social, como o projeto "ABBA" onde crianças abandonadas, ao serem relocadas para famílias aprendem a velejar no terceiro estágio de readaptação, na fase "marinheiro".